Com a temporada de planejamento para picos de vendas batendo à porta, é importante destacar os desafios inerentes ao atual contexto econômico. Inflação, crise nas cadeias de suprimentos e concorrência crescente são alguns dos obstáculos para os quais marcas e publishers precisam ficar atentos. Pensando em oferecer total suporte para todos nesse momento de planejamento, o coletivo Rakuten Advertising International Collective (RAIC) se reuniu recentemente para discutir estratégias e compartilhar insights.

Dentre os temas debatidos, destacam-se as estratégias bem-sucedidas que trouxeram bons resultados e analisam como os dados gerados por intermédio dos afiliados podem levar a um grande volume de compras, além de trazer orientações valiosas para decisões de negócios mais amplas. Confira abaixo alguns insights importantes que ajudarão marcas e publishers a atingirem suas metas às vésperas da temporada de picos de vendas.

 

Como se adaptar às mudanças das necessidades do consumidor

Recentes acontecimentos remodelaram o jeito como os consumidores fazem compras. A pandemia trouxe um cenário de compras online nunca antes visto. E diante de um custo de vida cada vez mais alto, os consumidores se tornam mais conscientes e em constante busca por economia. Logo, as pessoas ficam mais atentas ao alinhamento entre os seus próprios valores e os das marcas que consomem. Com tantos fatores que afetam como ou o porquê de um indivíduo comprar, marcas e publishers precisam ter agilidade para alcançar e fidelizar seus consumidores.

Para as marcas, a diversidade de publishers é fundamental. Compreender como diferentes parceiros afiliados podem apoiar metas e entregar clientes novos ou recorrentes é fundamental durante a temporada de alta demanda.

Modelos tradicionais, como parceiros que geram recompensas via cashback, fidelidade ou cupons , são ideais para o consumidor mais experiente que busca o melhor negócio. Ao mesmo tempo, influenciadores ajudam os anunciantes a alcançarem públicos mais nichados e apresentarem novas marcas ou produtos. Além disso, parcerias com publishers que aproveitam o conteúdo gerado pelo usuário permitem que as marcas ajustem suas estratégias com base nos comentários que recebem dos usuários. Esses feedbacks podem apoiar estratégias promocionais; produtos exibidos ou em destaque; e até ajudar a entender ruídos que possam interferir no momento final de conversão.

 

Mais dados, maior criatividade

Conforme já dito, a pandemia foi a responsável por gerar um maior fluxo de compras online. Essa conversão digital significa que mais dados estão disponíveis para marcas e afiliados – e eles podem e devem ser usados para embasar estratégias e parcerias.

O primeiro passo consiste em aproveitar esses dados de desempenho para criar previsões e benchmarks realistas. Coletar dados referentes à temporada anterior de pico nas vendas e combiná-los com números mais recentes (sejam mensais ou trimestrais) fornece uma visão mais precisa de como os eventos mundiais estão afetando o desempenho das conversões. Além disso, os dados de benchmarking disponíveis no portal de Insights e Analytics da Rakuten Advertising ajudam as marcas a tomarem decisões mais inteligentes sobre posicionamentos e parcerias.

Os dados disponíveis por meio do canal de afiliados também podem ser usados para decisões de negócios melhor informadas. As marcas podem trabalhar com publishers, especialmente sites de negócios, para entender o que os consumidores estão procurando e consumindo e, em seguida, adaptar o uso dessas informações para o seu modelo de negócio. São dados que podem municiar estratégias promocionais ou até mesmo compras em grande volume.

 

Protegendo os orçamentos de marketing

Momentos de incertezas inevitavelmente geram debates sobre orçamento. Para marcas, muitas vezes isso é traduzido em cortes de gastos. Algumas empresas já estão tendo essas conversas e outras estão no processo para chegarem até elas. A boa notícia é que existem medidas que as marcas podem tomar para garantir que seus orçamentos funcionem de maneira mais inteligente para que seus objetivos sejam atingidos.

Uma solução simples, como primeiro passo, é garantir veiculações com antecedência. Para isso, é preciso assegurar as exposições mais sofisticadas (premium) em parceria com publishers que comprovadamente oferecem bom desempenho durante as temporadas de pico nas vendas. Vale ter em mente que os espaços para anúncios online são preenchidos rapidamente, com direito a algumas marcas realizando sessões anuais de planejamento junto a seus parceiros a fim de garantir a cobertura. Outros estão esperando para ver o que os concorrentes estão fazendo, o que pode levar àquela famosa sensação de perder grandes oportunidades. Quanto mais perto de datas importantes, como a Cyber Week, mais competitiva se torna a ocasião.

Além de garantir os canais certos, entender quando fazer promoções ou aumentar a cobertura pode garantir que os orçamentos funcionem de maneira mais inteligente e otimizada para as marcas. Dia dos Solteiros, Black Friday e Cyber Monday são apenas alguns eventos do varejo que ocorrem durante a temporada de pico de compras. Algumas marcas precisarão estar presentes em todos esses eventos. Outras podem optar por participar de eventos importantes para seus principais mercados, priorizando a Black Friday em vez do Dia dos Solteiros ou vice-versa, por exemplo.

Alcançar o sucesso nessa temporada tão importante para o varejo dependerá tanto da preparação quanto do entendimento sobre o que está levando os consumidores a fazerem compras. Marcas e publishers precisarão trabalhar juntas para compartilhar dados e insights, fazendo com que suas campanhas de afiliados funcionem da forma mais inteligente e gerem resultados.

E o RAIC continuará apoiando seus pares do setor varejista durante a alta temporada de vendas em 2022, na medida em que compartilhamos mais insights dos afiliados e de marcas globais. Inscreva-se no nosso blog para acompanhar as novidades.